O que acontece no nosso dia a dia.

02 de Junho de 2020

MAS VAI SER AZUL E SEM CORANTE? A BETE TÁ DOIDA?

MAS VAI SER AZUL E SEM CORANTE? A BETE TÁ DOIDA?

 

Era uma vez a Bete. Dona, proprietária e criadora de ideias malucas (porém ótimas)  nas horas vagas.

 

E a gente até queria ter uma história bem maravilhosa sobre como o Marketing teve a ideia de criar um sabor exclusivo para a Doce Cascão, mas infelizmente (pra gente, no caso) não foi o que aconteceu. A Bete entrou na sala de reunião e, do nada, disse que a gente tinha que ter um sabor “da casa” e que ela já estava cheia de ideias.

 

Daí em diante foi só a Bete aparecendo do nada na nossa vida (estamos dramatizando, já que ela é nossa chefa e o contato é diário) dizendo que tinha uma nova ideia. “Vou botar brownies,” ela disse um dia. E dois dias depois já havia uma ideia clara na cabeça dela (porque a gente estava apenas observando) sobre qual seria a receita final.

 

“E qual foi a lógica? De onde ela tirou isso?”

 

Quando o Marcelo Machado fez essa pergunta no Instagram, a gente ficou estupefata. Quem estava por aqui no dia do lançamento do Sorvete Doce Cascão sabe muito bem que a inspiração para o sabor foi o nosso logo. (Sim. A gente se inspirou no logo pra criar o sabor.)

 

 

[LEGENDA DA FOTO] “E o biscoito?” A Bete quis crocância. A gente achou que ela estava exagerando, mas hoje não vivemos sem a crocância do biscoito - ela é tudo pra nós!

 

“O problema é que o nosso logo é azul,” a gente pensou. 

 

[pausa pra mais uma pequena dose de drama]

 

Temíamos que o preço a pagar pela loucura de lançar um sabor com “a nossa cara” fosse muito alto. O marketing já estava em pânico com a possibilidade de ter um sorvete com corante azul tóxico no self-service quando (e isso já está ficando repetitivo), do nada, a Bete deu a notícia de que já tinha comprado a espirulina. 

 

Rindo de nervoso, mas com medo de perguntar pra chefa do que se tratava, fomos ao Google. E aí foi só alegria porque descobrimos que a nossa amadíssima chefa nunca teve a intenção de usar corante artifical em nada que fazemos por aqui - dêem uma olhada na lista de ingredientes dos nossos sorvetes porque é a coisa mais linda do mundo. Como nossa marca é azul, ela já tinha a solução pra um problema que estava só na cabeça do marketing! 

 

Depois de acertar a receita do brownie (essa saga infelizmente vai ser assunto pra outro post, e ele vai ser sobre dor e sofrimento), tivemos aproximadamente dois meses pra fazer uma identidade pro Sorvete Doce Cascão (fizemos questão de criar o mascote e tudo mais) e montar uma campanha pra lançá-lo no Dia Nacional do Sorvete. Como a gente gosta de barulho, distribuímos mais de 1.000 casquinhas com a novidade! 

 

E depois de tudo isso vocês tem a coragem de seguir falando que o Kinder é o melhor sorvete da Doce Cascão? Tomem juízo! #KinderNuncaSerá

 

 

 

Como encomendar o meu Sorvete favorito? #KinderNuncaSerá Teobaldo e a criança desaparecida Picolé não é gente; é conceito! Atendemos até por sinal de fumaça!